sábado, 23 de julho de 2011

Uma tarde qualquer.


* É interessante como as coisas perdem o brilho, as vezes uma pessoa é um capítulo inteiro na vida da outra, e aos poucos as palavras do capítulo vão sumindo e sumindo, as letras vão ficando mais esparsadas, as linhas com mais lacunas, e o que antes era um capítulo inteiro fica reduzido a uma tímida nota de rodapé no fundo da memória.

2 comentários:

  1. Cara, um post foda desse definitivamente não merece ficar sem comentários.
    Entendo exatamente o espírito dessa tira. Com o passar do tempo as nossas lembranças mais queridas acabam virando essas tímidas imagens quase que apagadas, mas nem por isso menos importantes.

    Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Cara, muitíssimo obrigado, poucas pessoas realmente gostam quando eu faço mais sei lá tristes assim, mas bom, a vida é meio assim, as coisas vão ficando pra trás mesmo.

    ResponderExcluir